Postagens

Capítulo VII - A proposta

Imagem
Eu continuava a escrever meus livros, o que me fazia ganhar um salário ou mais do que eu poderia receber trabalhando. Isso era ótimo, pois não estava apenas publicando meus livros por conta própria, mas também vendendo a editoras e enviando para as revistas de literatura, o que me fazia ganhar muito. Imagina só ganhar mais de 3.000 § por dia em casa, fazendo apenas o que tu gostas?


Com todo o dinheiro que vim ganhando, fui investindo para uma casa nova e para um passeio a uma ilha tropical com a Ashley, na qual eu pediria ela em casamento. A aliança foi cara, me custou o olho da cara, mas tinha dinheiro o suficiente para pagar, graças aos meus livros. (risos)

A cada lugar que eu passava, era uma selfie, só para recordar cada lugar lindo naquele paraíso tropical.

A gente saiu para andar um pouco e comecei a jogar conversa fora com ela, só para distrair mais e mais. Fingi cair de joelhos no chão, quando me pergunta se eu estava bem, mostrei a aliança e falei:
- Aceitas se casar comigo, Ash…

Capítulo VI - A minha vizinhança

Imagem
Como de costume, todas as manhãs eu saía para correr pela a vizinhança, isso quando eu não ia à academia de Oasis ou de Myshuno. Amo ambas, mas a academia de San Myshuno se torna melhor pelo local, visão e espaço para praticar um bom basquete.


Bem, a minha vizinhança era tranquila, muito bonita por sinal e amável por ter crianças aos redor.

Apesar que essas horas tenha poucas crianças, pois a maioria estão na escola. Essas aí não sei se estudam ou se matam aula... mas que pais são esses que deixariam as crianças sem comparecerem a escola?


Logo quando vi morar em Oasis, fui bem recebido pelos vizinhos, os Roomies. Uma que eu gostei muito foi a Zoe. Ela me foi muito simpática tanto quanto os outros, mas ela é mais legal. (risos)


A não ser o J Huntington III, que me veio com uma pequena refeição para dar as boas vindas logo depois do seus colegas de quarto.


Outros paravam ali na calçada e começavam a fazer flexões. Só não acho que é local apropriado, sabe? Mas cada louco com sua loucura.…

Capítulo V - Talvez seja uma rotina

Imagem
Bom, eu não tenho muito o que aproveitar em Oasis Springs. Sei lá... tipo, tenho uma rotina comum, sabe? Gosto de sair pela cidade, correr, ir a alguns bares.


Apesar que lá tinha alguns lugares bacanas a explorar, ver e admirar, mas acho muito lindo mesmo é Willow Creek.


Algo que vocês não sabiam, porém agora sabem, é que eu faço stand-up nos bares. Sim, eu faço. Eu adoro uma comédia, viu? De animar pessoas e contar muitas piadas. Inclusive, eu já escrevi livros curtos de piadas e foram bem ganho as vendas.


Como já havia mencionado antes, eu fiquei bem acostumado com a academia, malhar, sabe? Isso me é muito saudável. Todos os dias estava pela academia de Oasis Springs ou San Myshuno.


Bem, na academia de San Myshuno eu gosto bastante pelo fato de ter uma quadra de basquete, mas temos que ter cuidado, ou a bola pode cair do outro lado. (risos)


E também aquele lindo pôr-do-sol que temos de frente a quadra de basquete. E uma coisa eu também sei: meu pai adorava muito o pôr-do-sol. Mas aq…

Capítulo IV - Granite Falls

Imagem
Nosso primeiro passeio como casal foi a um acampamento em Granite Falls. Era algo que sempre desejei fazer. Finalmente pude realizar e com alguém ao meu lado.

Gostava de sair cedo para explorar todo o local, de conhecer e sentir a natureza comigo. Eu capturava cada momento lá porque sim. (risos)

Vi um guarda florestal e um urso. Até achei que fosse o Zé Colmeia e o guarda Belo. (risos)

Chegou a noite e ficamos deitados no chão vendo as estrelas a brilharem no céu, apontando para tais constelações e conversando acerca do passeio, como estava sendo algo relaxante e lembrando de algumas coisas constrangedoras que nos aconteceu, principalmente quando eu a levei para aquele mesmo restaurante.

- Lembra daquela vez em que fomos ao nosso restaurante favorito e o garçom atrapalhado derrubou a nossa comida? - Nem me fale. Fiquei mega chateada com aquilo... - Eu percebi sua cara de enfurecida. Foi a primeira vez que te vi chateada com algo. (risos)
- E quem não ficaria? Estava com fome, meu lindo. (ris…

Capítulo III - Me senti tão realizado...

Imagem
Ashley e eu mantivemos contato desde então. Fomos nos tornando mais próximos um com o outro e, de fato, eu conheci ela. Ela era o que realmente aparentou ser quando a vi pela primeira vez. Talvez eu estivesse encantado por ela, talvez fosse uma paixonite ou talvez estivesse amando mesmo.
Certo dia tomei coragem e a chamei para um jantar no mesmo restaurante que nos conhecemos. Esperei por um “não” ou qualquer desculpa vinda dela? Sim! Foi o que aconteceu? Não! (risos)

Estando lá sentados, ela começou a procurar algo no cardápio. Achava ela tão fofa com a indecisão dela. (risos) Então lá pedimos o mesmo prato. O recomendado da noite.

Rápido foi o garçom com os nossos pratos. Já estava com água na boca e impaciente com a espera.


Talvez, quem foi mais rápido foi o garfo na mão da Ashley em direção a sua boca enquanto eu dizia: Vamos pôr as mãos na massa!
Realmente foi uma noite fofa e agradável. Ela apreciou muito o meu convite e se mostrou grata. Bom, eu tento ser o melhor Sim possível…

Capítulo II - Quem é a Ashley?

Imagem
Vão me perguntar como eu conheci a Ashley, não é? Mas então... certo dia fiquei sabendo que haviam construído um novo restaurante em Newcrest e eu fui espreitar, claro, para provar novos sabores e o que faziam de melhor. Queria experimentar algo pequeno, como petiscos, se fosse caprichado, a comida seria melhor.

- Boa tarde, moço. Posso ajudar? - Olá, boa tarde. Gostaria de pedir algum petisco. O que me recomendas? - Temos esses salgados feito por nossa chefe. É o que eu te recomendo agora, para essa tarde. Esses daqui já foram pedidos agora a pouco. - Ah, claro. Pode ser. - Em outras cidades é o que mais pediam. - Legal! - Mais alguma coisa fora os salgados? - Uma bebida, por favor.

Logo alguém chega lá também. Era a Ashley. Com toda a sua simplicidade, educação e carisma, sentou-se e pediu algo a balconista. Eu, um pouco impulsivo, falei com ela: - Moça, pede esses salgados. Está uma delícia. Ela me recomendou e eu te recomendo. - Sério? Ah, vou pedir, então. - Pode experimentar, c…

Capítulo I - Eu, Tiago Veiga

Imagem
Bom, é um pouco estranho aparecer aqui, assim, do nada e sem saberem quem sou eu. Bom... é claro que se não sabem quem sou, que eu me apresente. (risos) E farei isso. Farei uma breve apresentação, talvez, seja o suficiente para me conhecerem.


Mas bem, esse da foto acima sou eu. Eu cresci, me tornei um jovem adulto e precisei seguir meu rumo assim como meu pai fez quando se tornou independente de seus pais.

Alguns de vocês podem ter conhecido um grande médico de Sunset Valley que casou com uma jornalista de Aurora Skies e tiveram um filho. O médico era o David Veiga, a jornalista era Alice Veiga e o filho sou eu, Tiago.
Dizem que pareço com meu pai, mas me acho mais parecido com a minha mãe. Sei lá... tenho mais de sua genética do que da genética do meu pai. (risos) 

Então... Fui morar em Oasis Springs, que me fazia lembrar de Lucky Palms, só que mais moderna. Lucky Palms foi um lugar onde já fui com meus pais e eu gostava bastante.

Não trabalho e eu também não quis seguir carreira co…